Variedades

Alice na Vida Real

Olá meninas,

Há muito tempo que não falo sobre comportamento aqui no TB, até porque temos um especialista, o Ruiz, não é? Mas o post da Camila me fez pensar sobre algo.

Nós mulheres, sempre reclamamos dos nossos relacionamentos, e sempre entramos na sessão nostalgia: como o início era perfeito. Mas será que realmente era tão perfeito assim?

Acho que com o passar do tempo, vamos nos tornando mais maduras nessa área e conseguimos enxergar, que lá no início de tudo, já tinha aquele defeito, mas taannnto amor, não nos deixava ver certas coisas. Ou para as pessoas a nossa volta não percebessem que ele não era o príncipe encantado que traçávamos, acabávamos “abafando” certas coisas e acabamos acumulando “esse saldo negativo”.

Quando era adolescente, li uma coisa muito legal, que está na minha cabeça até agora: não existe mulher, homem ou casais perfeitos. O que existe é uma mente sonhadora feminina, que durante a vida inteira imagina uma pessoa que a faria feliz e quando aparece aquele homem, ela consegue encaixar nele todos os seus sonhos e expectativas (que ele nem imagina) e se frusta, se descontrola, se decepciona e se entristece quando vê  que nada é como no País das Maravilhas, é vida real. Mas acho que o pior nem é isso, a coisa é grave quando você até enxerga os defeitos, mas acha que dessa vez, com você, tudo vai ser diferente.

E vocês meninas, o que acham? As mulheres realmente são como Alice no País das Maravilhas, ou os homens deixam mesmo muito a desejar? Conte pra gente o que vocês acham aqui nos comentários.

Veja também:  Já escolheu sua aliança?

Paulista, 42 anos, formada em Tecnologia, otimista. Adoro falar sobre moda, beleza e, mais recentemente, sobre maternidade. Aqui escrevo sobre tudo que gosto, espero que gostem também!

19 Comentários

  • Camila

    Acho que essa parte da gente “viajar” as vezes é normal, quando é demais significa que não estamos bem e então jogamos as expectativas de outras áreas da vida somente para a amorosa, penso assim.

    Mas depende muito do tipo de pessoa que escolhemos, muitas vezes já percebemos logo de inicio que não terá futuro, continuar é uma opção, só não pode culpar ninguém por uma possível decepção.

    Abraços.

  • diadebrilho

    adorei seu pensamento e concordo. Eu sou extremamente sonhadora, acho q a qualquer momento td vai acontecer e vai dar td certo, loucura… mais vejo q isso é dureza então parto pra realidade dura e crua hehehe!
    bjss boa semana meninas 😉

  • Camila Faria

    Acho que perfeição não existe em nada, né? Ajuda muito quando você não despeja todas as suas expectativas em cima de um relacionamento. Ser feliz e se realizar em outros aspectos da vida é uma ótima estratégia!

  • Bárbara (Papo de Garota)

    Oi Shirley,

    Eu acho que é um pouco de cada coisa.
    As mulheres tendem, naturalmente, a sonhar e projetar coisas que nem sempre correspondem com a realidade.
    Não existe o príncipe de cavalo branco esperando a gente na próxima esquina. Não existe perfeição em ninguém.
    Mas acho que conseguimos atingir nossos desejos – e sermos correspondidas – se avaliarmos essa ilusão e chegarmos à conclusão que conto de fadas não existem.
    Aí a gente deixa de “Alicismo” e segue a vida real.

    Isso aconteceu comigo – inclusive já comentei num dos posts arrasadores do Ruiz. Sempre imaginei um homem num nível de perfeição hollywoodano + photoshop. HAHAHA
    Meu coração, no entanto, se apaixonou por uma pessoa completamente diferente. Mas que é tudo que eu queria e tudo que me completa.

    E nós dois aprendemos juntos a construir uma relação onde não deixamos nada pra depois só porque “amamos muito”. Somos muito companheiros, conversamos demais, somos extremamente sinceros. E sedemos OS DOIS.

    Tudo bem que não sei se daqui a cinco anos seremos assim – ou as coisas serão tão simples – mas se a gente parte do pressuposto que sim, dá certo! 😉

    Beijos

  • Ana

    Eu acho que é dos dois lados. As mulheres normalmente são assim: foi apresentada ao cara e já tá imaginando eles casados e com filhos. E os homens, por as mulheres estarem tão liberais querem curtir. Todos os meus amigos falam que casar só lá pelos 40. São raros que são realmente românticos e querem um relacionamento sério.
    Já tive surtos de Alice, mas hoje eu sou tão pé no chão e racional que não consigo mais surtar.

  • Tatiana

    Oiii,
    Pois é, realmente nos frustamos c certas coisas nos homens. Na verdade eu acho q esse início de coisas perfeitas e dps a tempestade, pode ser por parte da mulher e do homem. As pessoas mudam e temos q ter jogo de cintura p levar dps…se caso lhe for conveniente!
    Masss, o importante é amar e ser amada…rs

    Beeeijos

  • Betty Gaeta

    Oi Shirley,
    Durante muito tempo culpei o pai de minha filha por me deixar sozinha com ela para criar, mas com a idade vi que ele não tinha culpa de nada. Ele era um homem lindo fisicamente e só. Tudo o que eu idealizei, sonhei, ele não podia ser, pois sequer um cara normal ele era. Ele era tão pouco! E eu com minha lente de aumento cor de rosa vi nele um príncipe.
    Hj, olhando de longe, vejo que ele nunca foi o que eu queria que ele fosse. Culpa dele ou minha? Agora, qdo o vêm, sempre me perguntam o que eu vi num cara tão titica de galinha como ele e tudo o que eu posso responder é que ele era lindo, pois nem isto ele é mais. Ele confiava tanto na beleza dele que nem disto ele cuidou e hj ele é um senhor de meia idade, gordo e fracassado.
    Nem todo homem não vale a pena. Meu marido é uma pessoa fantástica e eu o amo muito, mas sei que ele tem os defeitos dele e ele sabe dos meus.
    Devemos tomar cuidado com este surto “alistístico” que às vezes nos pega.
    Beijos 1000 e um final de semana maravilhoso para vc.

    http://www.gosto-disto.com

  • Kamilly Almeida

    Olha,Shirley,tem um pouco dos dois,concordo com você,que no início a gente cria aquela expectativa e acaba nem notando ou fingindo não notar certos defeitos por mil motivos,mas acho que o tempo também desgasta muito,a gente começa a criar certas intimidades,que às vezes fazem com que não tenhamos limites na hora de falarmos coisas,sempre achamos que não tem importância,que o outro entenderá e vice versa.É complicado demais,os humanos são complicados demais=/

    Gostei muito do post!

    Beijão & aguardo você no Infinito Feminino.
    http://www.infinitofeminino.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *