Variedades

Está mesmo difícil ter um relacionamento sério?

Por Ruiz

O tempo todo ouço reclamações de que está difícil conseguir um namorado ou uma namorada. Por que será que isso está acontecendo?

Será que estamos tão exigentes que não conseguimos encontrar alguém que se encaixe nos padrões que nós mesmos criamos? Ou será que estamos tão fechados e receosos que não deixamos ninguém se aproximar?

Hoje vi uma bela moça, poderia estar na capa de qualquer dessas revistas de moda, dizendo que não conseguia namorado de jeito nenhum. Perguntei por que estava tão difícil. Ela disse que os homens são todos ‘uns babacas’. Engraçado… não é possível que não exista ninguém interessante. Continuei a conversa.

Veja também:  Massagem Revitalizante na Clínica Raízes

Aí ela disse que os caras legais já têm namoradas (claro, lei da oferta e da procura), tem os caras lindos que são babacas e os caras que não dá coragem de encarar, ainda que sejam legais.

Bom, resumindo, ela está procurando o príncipe encantado numa balada, onde todos estão com cervejas, energéticos, whiskies e outras bebidas que tornam as pessoas, digamos, mais soltas. Não é o ambiente ideal, pelo menos eu acho.

E essa pessoa que falei hoje não percebe que ao redor dela tem tantas pessoas que poderiam ser a alma gêmea dela. Talvez não tenham o físico do cara da novela, nem os olhos azuis que sempre sonhou. Mas poderia ser uma boa companhia!

Veja também:  Um é pouco, dois é bom… três?

Por que não dar a si mesmo a oportunidade de conhecer melhor alguém interessante que, de repente, pode até estar ao seu lado no trabalho, na escola, no ônibus, na academia…?

Beijos,
Ruiz

Paulista, 42 anos, formada em Tecnologia, otimista. Adoro falar sobre moda, beleza e, mais recentemente, sobre maternidade. Aqui escrevo sobre tudo que gosto, espero que gostem também!

2 Comentários

  • Ana

    Sabe, acho que não é somente olhar ao lado e se dar a oportunidade. Há quem não queira um relacionamento sério… quem assusta os homens (quando mal conhecem, já acha que achou o príncipe encantado e o idolatram). Há quem compare todos os outros com algum que já perdeu… ou não priorizam a vida pessoal.
    Cada uma tem uma história e uma cabeça.
    Mas este texto é bem “Makita”! rs!
    Bom final de semana Ruiz!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *